terça-feira, 24 de maio de 2022

Coração fechado

Trago o peito carregado de paixão 
Repleto do mais puro sentimento
E para não sufocar o meu coração 
Solto um pouco ao meu amigo vento
.
No pensamento vives como um verso
Alimentado por torturante indiferença 
E tudo daria desse infinito Universo
Para ofertar minha amorosa presença 
.
Se não lhe comove a minha paixão 
Que consome dia a dia minha alma
Como pó solto ao vento, mudo a direção 
.
Desejei fazer um ninho no teu coração 
Com pureza, reciprocidade e calma 
Mas o encontrei não receptivo à emoção. 

Nádia Santos 
24/05/22

6 comentários:

  1. Soneto brilhante que me fascinou ler. Quando o coração transborda de paixão, o melhor, é deixá-lo "esvoaçar" através do ... sorriso.
    .
    Saudações cordiais
    .

    ResponderExcluir
  2. Olá Nádia.
    Um soneto com as dores de uma paixão por um coração insensível, onde a fechadura enferrujou.
    Bonito trabalho amiga.
    Beijo e que a semana seja leve. Menos chuva né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queridoooo!! É sempre bom ter você aqui. É... a chuva não dá trégua por aqui. Um xero😘

      Excluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos

É quase inverno...

O sol já nasceu... Eu nem vi... Haviam tantas nuvens escuras Assim não percebi, nem senti Seu calor que é poderosa cura! . O inf...