Seguidores

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Cicatrizes



Perfeita sou completamente 
Com toda minha imperfeição 
Amo as cicatrizes imensamente 
Que trago na pele e profundamente 
Marcaram minha alma e coração...


Assim sigo sabiamente  vivendo
Preferindo a alegria descartando a dor 
A vida marcando e eu aprendendo 
Por vezes sofrendo mas escolhendo 
Sempre, sempre o querido  Amor!



Nádia Santos 
05/12/18

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

As gavetas do meu Eu



Por favor, silencia vento...
Quero ouvir meus pensamentos! 
Pára tudo, pára tempo
Preciso decifrar esses tormentos...


Quero eliminar barulhos
Adormecidos do passado
Limpar todos entulhos
De sentimentos acumulados...


Quero degustar saudade
Sem despertar a dor
Guardar para eternidade
Tudo o que foi amor!


s gavetas do meu Eu, quero
Organizar pacientemente... 
Enquanto, de coração espero,
A tudo ir perdoando amorosamente.



Nádia Santos
26/11/18

terça-feira, 20 de novembro de 2018

Teu olhar de carinho



Teu olhar cheio de carinho
Como que por encanto 
Veste-me toda de mansinho
E me cobre como um manto


Aquecida como fogueira 
Deixa-me a pele em brasa
Calorosa fico por inteira 
Quando tu vem e me abraça


Conto as horas apressadamente 
Para te beijar apaixonadamente 
E nos teus braços me abrigar...


A minha boca enlouquecida
De paixão totalmente perdida
Só deseja agora te beijar!



Nádia Santos 
20/11/18

domingo, 21 de outubro de 2018

Não vejo os astros



De repente ficou meu céu acinzentado
O dourado que me aquece desapareceu
Assim como de meu corpo amordaçado
A alegria que dante existia, se escondeu


Por que se escondeu de mim o pôr do sol?
Roubando dos meus olhos doce encanto...
O céu desbotou, não avermelhou o arrebol
Há silêncio, não escuto pássaro nem canto


Até a lua se foi me tirando toda a acalma
Deixando às escuras as praias de minh'alma
Não balançam meus cabelos, não há vento...


Cortaram-me as asas... ando de rastros
E prostrada no chão, não vejo os astros
Não sei até quando durará esse tormento...



Nádia Santos

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Felicidade



Felicidade
"Nem tudo que muda
muda tudo ".
O sol sempre se põe 
para poder vir à lua!
Um dia chove... outro não 
mesmo assim o mar
beija a areia cheio de paixão!
As estações do ano 
sempre acontecem,
Estejamos acompanhados
ou na solidão. 
Há dias que a tristeza 
nos abraça porém,
sempre retorna a felicidade
Assim como minha alma 
o procura, com toda intensidade. 


Nádia Santos 
27/09/18

terça-feira, 25 de setembro de 2018

Ausência


Sinto sua presença 
nessa ausência,
Sinto o carinho
sem suas mãos...
E as palavras 
ditas no silêncio,
ouvidas apenas
pelo coração.



Nádia Santos 
25/09/18

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Sem medo de amar



Ama sem medo coração
Deixando fluir o sentimento
Nem sempre ouças a razão
Entregue-se feliz ao momento!


Nada e ficar quietinho
Sinta a gostosa inquietação
Ficas infeliz quando sozinho
Não tema e abrace à paixão


Alegre-se com o brilho do luar
Encante-se com o barulho do mar
Palpite, assim, apaixonadamente...


Deixe tuas asas te levar
Pois assim, fico eu a flutuar
Amando e amando loucamente!



Nádia Santos
11/09/17

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Seja bem vindo...




Sou especial...
Sou diferente. 
E quem tiver olhos
para me enxergar
mais além  e  o
coração sensível 
para perceber...
Seja bem vindo
ao meu mundo.



Nádia Santos

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

O tempo



Olho para trás e lentamente vejo
A vida que depressa passou 
Dos meus vinte anos intensos
Cheios de sonhos que o tempo levou...


Tantos planos foram traçados 
Projetos ousados, alguns loucos
Condizente com a imaturidade 
Porém muitos, morreram, aos poucos...


Sonhos que se foram com a idade
Deixando a vida tão marcada 
Sem deixar dominar a tristeza
Nem tão pouco a alma amargurada


São agora maduro meus anos
Rugas, explícitas, expõem a verdade
Os cabelos, lindos, vão nevando 
Mas na alma conservo a mocidade



Nádia Santos
25/01/18

Arquivo

POSTAGENS MAIS VISITADAS

Gira mundo