quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

No (a)mar de amor (Poeminha)


E pelas ondas do mar 
Me deixo levar
No (a)mar de amor
Que existe em mim...
Em braçadas velozes
Sigo em sua direção
Para como um rio,
Misturar o meu amor
Com o amor
Que existe em ti.

Nádia Santos
19/01/17