terça-feira, 12 de setembro de 2017

Apaixonadamente amar


De nada vale viver a vida
Sem inteiramente se entregar
Mergulhar de forma desmedida
E apaixonadamente amar!

Contemplar o céu demoradamente
Contar estrelas... Olhar a lua...
Beber a brisa calmamente
Enquanto te espero olhando a rua

Contar as horas... Te ver chegar...
Encostar no peito e te abraçar...
Sentir acelerado o coração

Vai embora enfim a saudade
Dou adeus também à ansiedade
Com teu beijo me envolve a paixão!

Nádia Santos
11/09/17