quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

No (a)mar de amor (Poeminha)


E pelas ondas do mar 
Me deixo levar
No (a)mar de amor
Que existe em mim...
Em braçadas velozes
Sigo em sua direção
Para como um rio,
Misturar o meu amor
Com o amor
Que existe em ti.

Nádia Santos
19/01/17

4 comentários:

  1. Muito lindo este mar de amor a transbordar Nádia.
    Abraços e bela noite de paz.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Bonito poema! Adorei.

    Beijo, bom fim de semana.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Poetisa.

    Beijos
    Visite-nos- http://prazeresecarinhossexuais.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos