quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Eu e a noite


Fui à rua sentir a noite
A brisa no rosto
O vento nos cabelos
Aliviar a ansiedade
Que aperta o peito:
Esquecer a saudade
Que inquieta o coração.
Assim ficamos: eu e a noite
Noite sem lua, sem estrelas
Sem vento, sem brisa...
E eu sem teus beijos, 
Sem teus abraços...
Eu sem você,
Meu amor...

Nádia Santos
08/12/16


Um comentário:

  1. Conclusão; Voltastes em grande! Parabéns

    Beijos, bom fim de semana

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos