sábado, 6 de agosto de 2016

Para quem ama (ou já amou) alguém que esta(va) distante...

O amor e a distância

Contemplando o mar 
Fixo os olhos na linha
Do horizonte e sorrio... 
Observo as ondas num
Indo e vindo, a bailar 
E fico imaginando
Teu sorriso... teu olhar...
Meus olhos querem te ver
Mas não podem te alcançar,
Mas meu pensamento sim
E vai depressa te procurar!
Passa uma brisa deposito um beijo
O pensamento pega carona
E com ela segue, sobre as ondas
Para além mar te encontrar...
Docemente te envolve 
E te entrega  meu beijo,
No exato momento em que
Teu corpo, estremece de desejo...

Nádia Santos



7 comentários:

  1. Boa tarde Nádia
    Lindo o teu poema. Como sempre, a saudade! Lindo mesmo.

    Beijo e bom Domingo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Aí este Oceano que tanto afasta o que devia aproximar.
    Poema lindo ;)

    Beijos sua lindona

    ResponderExcluir
  3. Poema lindo....maravilhoso!
    Também passei (passo) por isso!!
    A distância mata ou acende o amor?

    ResponderExcluir
  4. Bela e dolorida saudade neste amor separado pelo oceano.
    O amor pede presença, mas é fato que esta saudade, este olhar no mar, é muito inspirador.
    Boa semana Nádia.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, Nádia linda, pela bela composição......demais!!!

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos