sexta-feira, 10 de junho de 2016

Amor próprio

A vida é feita de adeus,
alguns deles nossa única opção...
E mesmo que doa... que sangre
não hesitamos por sua escolha.
Quando temos dentro de nós, 
bem vivo, o mais puro e 
verdadeiro amor... 
O amor próprio.

Nádia Santos

7 comentários:

  1. ...Pois! Lindo!! :)

    Beijinhos e um sábado feliz.



    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Nádia... apesar de passares tanto tempo sem postar, quando você vem, coloca um "negócio" desses.
    A reflexão que teu post provoca é profunda... dói dar adeus, assim como dói receber um adeus.
    Belo texto moça-linda-poeta-deliciosa!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Nádia,
    Não diga adeus aos blogs. Adeus é uma palavra muito forte e tive que dizer adeus, pois a morte levou meu amor. Dez anos se passaram outro amor apareceu e me faz feliz.
    Não precisa procurar um amor ele nos encontrará e no casamento temos que nos calar na hora certa para não o perdermos
    Não vá, eu adoro você.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  4. Somente a partir deste amor
    que podemos inventar uma partida,
    mas que seja de poesia.

    Meu carinhoso abraço.
    Beijos amigaaaaa

    ResponderExcluir
  5. Delícia de blog delicioso!!

    Saudades...

    Bjs Da Leoa

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos