sábado, 7 de maio de 2016

Teu nome é saudade...



Desde que acordo até o anoitecer
Vai tomando meu corpo completamente
Um sentimento que abraça o meu ser
E que aos poucos vai deixando-o ardente

Vai afastando lentamente a solidão
Vai despertando desejos em minha boca
O coração acelera numa doida paixão
Lembro de ti, tudo esqueço e fico louca!

Esse sentimento à noite é mais intenso
É tão forte que em mim fica imenso
Não controlo é alheio a minha vontade...

Sozinha no frio da cama me deito
Pronuncio teu nome inquieta no leito
E descubro que Seu sinônimo é saudade...

Nádia Santos
06/05/16


4 comentários:

  1. Estou passando para deixar
    um carinho e matar as saudades.
    Desejar um feliz dia das mães,
    Um Domingo abençoado.
    Se for do seu gosto deixei mimos
    na postagem.
    Beijos.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  2. Muito linda esta poesia, belos versos e repleto de sentimentos, parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. É mesmo assim...como desejaríamos controlar instantes de vida e sentidos que dominam a nossa vontade, quase a domando
    ^.~

    ResponderExcluir
  4. Pois é Nádia, a noite com suas criaturas e figuras que nos inspiram e fazem este louco sentimento, que mexe com todo o corpo e faz este sonhar maravilhoso.
    Belamente inspirado soneto ao amor ardente.
    Meu carinhoso abraço.
    Bjs

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos