terça-feira, 3 de maio de 2016

Conversando com meu coração


Meu querido, doce, terno e meigo coração às vezes fico zangada contigo, fico sim. Pois não perdes a mania de mergulhar fundo nos sentimentos, mesmo que te quebres em tantos pedacinhos. Basta que eu mergulhe numa fantasia, num sonho e lá vai você, tonto se apaixonar. Eu sei que sou culpada todas as vezes, deixando o corpo se entregar às emoções, mas é que eu tenho a mania  de te ouvir! Eu sei... és romântico, sensível e a qualquer olhar mais terno pronto... logo estás enamorado. E eu vou na onda e loucamente me entrego, intensa, ardente, voluptuosa... Mas não sei ser diferente coração! Ah claro, tu também gostas de queimar-se na fogueira da paixão, é um calor excitante, te deixa ardente... Então coração querido, não posso reclamar de ti, estamos agora sós, tristonhos e carentes... Mas não fica assim que eu também fico. Se choras, eu choro também e se ficas deprimido, eu fico também! Vamos nós dois ouvir mais nossa amiga razão? Vamos nos sintonizar? Não vamos deixar que nos machuquem. Vamos voltar a sorrir e sermos felizes juntos?! E antes de tudo vamos nos amar!
Doce coraçãozinho meu, vê se ficas animado, porque preciso escrever... versos apaixonados!

Nádia Santos


5 comentários:

  1. Bom dia de muita paz
    Vim deixar um abraço pelo belo post
    Agradecer sua amizade, e desejar um feliz
    dia das mães , que domingo venha com muita luz

    Bjusssss
    🌺🍃🍂🌷🌻🍁❤️
    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  2. Hoje em dia estou indo mais pela razão do que pela emoção.

    bjokas com sdd viu?

    ResponderExcluir
  3. O coração nem sempre nos obedece!
    Gostei de ler

    Beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. oi Nádia, muito querida essa conversa. ♥ Amei!

    ResponderExcluir
  5. As maiores disputas na vida são as que travamos dentro de nós mesmos. Consanguinidade pura.
    Abraço compagnon de bataille :-)

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos