domingo, 18 de outubro de 2015

Quero gritar que te amo

E foi assim, como sempre imaginei
Que em uma manhã linda e ensolarada
Encontraria o amor que tanto esperei
Deixando feliz minha alma apaixonada!

Vi teus olhos tristes mais cheios de ternura
Como farol, iluminando minha estrada
Trazendo, como bálsamo, ao coração a cura
Libertando a tristeza, sinto a alma extasiada! 

E esse sentimento que me fez renascer
Foi sempre o ideal que alimentou meu viver
Fazendo-me sorrir chorando e chorar contente...

Agora que não és mais um lindo sonho...
Agora que deixaste meu mundo risonho
Quero gritar que te amo pra toda gente!

Nádia Santos
16/10/15







sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Amor...

Abro as portas, meu amor, 
Do meu coração e também
Os meus braços, para ti receber!
Preparei todo esse tempo,
Pacientemente, meu corpo
E minha alma para, carinhosamente
E apaixonadamente, te pertencer!
Amo-te! És meu e todos os beijos
E abraços que tens para mim,
Será a recompensa pelos dias
De dor, causados por tua ausência...
A vitória pela espera e paciência!

-Sinto que estás próximo...

Nádia Santos
22/05/15



sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Grito de amor (II)


Hoje abri a janela do meu quarto
E o dia estava maravilhoso!
Não resisti a tanta beleza e num
Impulso dei um grito poderoso!
Que o vento cuidou em espalhar
Não! Não acordei os vizinhos...
Acordei as árvores, as flores
Acordei o sol, os passarinhos...
Porque foi um grito de amor
Um grito silencioso e apaixonado
E o que eu mais desejo é que você,
Meu amor, tenha-o escutado...

Nádia Santos
09/10/15



sexta-feira, 2 de outubro de 2015

(A)mar navegável



Quero, numa intensidade
inexplicável
Entregar esse meu corpo, agora
indomável
E todo esse desejo que está
incontrolável!

Vem... nesse meu (a)mar
navegável...
Vem... decidido, viril e
incansável...
Deixar de ser sonho e se tornar
palpável!

Nádia Santos
30/09/15