segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Meu cheiro na tua pele


Quero te amar
Quero que me ames
Quero sentir o teu cheiro,
Cheiro gostoso de homem...
Quero beber o teu suor
Enquanto escorre em tua pele...
Não quero dividi-lo com os lençóis!
Quero fazer amor contigo
Até a exaustão...
Deixar meu cheiro tatuado na tua pele
Te enlouquecer de paixão!
Deixar minha voz impregnada
Nos teus ouvidos
Para quando não estiveres comigo
Consigas sentir minha presença...
Inquietando os teus sentidos!
Quero que sintas meu perfume
Em ti e no ar... Que consigas até
Ouvir os sons dos meus ais e
Que assim consigas preencher
A saudade de mim e de tudo
Que deixei presente no teu corpo...
Até que novamente (talvez)
Possa nossos corpos sentir a felicidade
De se entrelaçarem, outra vez...

Nádia Santos
11/10/15

4 comentários:

  1. Que o teu pedido seja atendido! Adorei

    beijos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Sempre uma grande excitação a nível de leitura quando visito este blogue. Você é uma poetisa de elevado nível que me apaixona e fazer pensar, imaginar, sentir.
    Que bonito, luxuriante e erótico este seu poema
    .
    Deixo cumprimentos.

    ResponderExcluir
  3. Repito o comentário...... poema lindo. Duplamente lindo!!!!

    ResponderExcluir
  4. Linda a intensidade colocada em cada verso,
    o suor escorre e um fogo arde entre corpos,
    é pura sedução, é amor, que tatua corpos.
    Bonito amiga.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos