sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Grito de amor (II)


Hoje abri a janela do meu quarto
E o dia estava maravilhoso!
Não resisti a tanta beleza e num
Impulso dei um grito poderoso!
Que o vento cuidou em espalhar
Não! Não acordei os vizinhos...
Acordei as árvores, as flores
Acordei o sol, os passarinhos...
Porque foi um grito de amor
Um grito silencioso e apaixonado
E o que eu mais desejo é que você,
Meu amor, tenha-o escutado...

Nádia Santos
09/10/15



6 comentários:

  1. Brilhante, Nádia Santos!

    Sábado feliz, beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Quando a porta do quarto, abri
    O que fiz com tanta ligeireza
    Mas logo que não te vi
    Meu coração ficou em tristeza
    .....................
    .
    Felicidades
    Bom fim-de-semana

    ResponderExcluir
  3. Grito. Silêncio. Natureza. Bela construção para ver o amor em si e fora dele. Almejando que o outro veja o que se viu e senti.
    ronperlim.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Um belo grito minha querida amiga.
    O som ecoou pela janela e jardins e por certo numa praça florida, o bem ouviu.
    O amor tem esta magia.
    Meu abraço e beijo de paz.

    ResponderExcluir
  5. Uauuu começar o dia desejando o ser amado é bom demais, melhor é terminar o dia tendo o desejo satisfeito

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Olá

    Quem assim grita abre a alma, mostra o que o seu coração deseja.
    Deixo cumprimentos

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos