segunda-feira, 27 de julho de 2015

São meus desejo...

Há dias que algo intensamente grita
Quebrando o silencio que habita em mim
E essa loucura todo o meu corpo agita
Provocando-me arrepios sem fim...

São meus desejos querendo se externar
Explodir e espalhar-se pelo universo
É intensa essa vontade louca de te amar
Sem poder, transformo tudo em verso...

Queria expressar o que tenho a oferecer
Procuro palavras nesse silêncio gritante
Para demonstrar o tamanho desse querer
Mas só o corpo evidenciaria o bastante

Verias a chama dentro do meu olhar
Sentirias o calor dos meus carinhos e beijos
Ouvirias minhas mãos no silêncio falar
De minha pele exalar a fragrância do desejo

Desejaria que fosse teu corpo meu mundo
Faria-o perder o rumo, o sentido, a razão
Ouvir de tua boca gemidos e ais profundos
Pelo que faria a ti minhas pernas, boca, mãos...

Nádia Santos
23/06/15

3 comentários:

  1. Parabéns Poetiza
    Adorei o poema!

    Excelente semana. Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Um grito que toca a alma. Boa noite amiga Nadia.Mais uma vez o Ostra da Poesia abriu suas portas para o Pena de Ouro e estamos em sua 10ª edição em sua semifinal, queria contar com tua participação votando em uma das semifinalistas, a que tocar teu coração. A votação vai até o dia 2 de agosto, te espero lá ok? Beijos no coração ♥

    http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos