domingo, 28 de junho de 2015

O sol que brilha em mim


Chove lá fora...
Vejo a água encharcar o chão
Mas dentro de mim brilha
O sol, com intensidade
E sinto irradiar do coração
Uma imensa felicidade!

Chove lá fora...
Dando vida à plantação
Chuva que fertiliza a terra
Abastece as nascentes
Mas em meu peito dá vazão
A esse amor ardente!

- Se lá fora é inverno...
  dentro de mim é verão!

Nádia Santos
25/06//15

9 comentários:

  1. Ó mais importante é haver um sol dentro de ti!! Lindo poema, amei.

    Excelente semana...beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Olá Nádia, que saudade deste cantinho da poesia.
    Sei das chuvas que agora caem por ai,
    Aqui ela fez morada já faz muito tempo e agora cai la fora com força.
    Que belo olhar sobre elas com seus benefícios e ainda assim deixar em nosso coração este verão, este explodir de emoções.
    Gostei.
    Carinhoso abraço e bela semana com muito amor no coração.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. O seu calor transcende as estações do tempo.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  4. Sua linda, estava com sdd

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. O importante é haver sempre sol no nosso coração.
    Lindo poema
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  6. Como Cora já falava ...eu sou tudo de bom e nenhuma palavra negativa eu a recebo por eu ser divina por dentro !

    Lindo poema amiga..que seja assim no profundo do teu ser e pensamento.

    Cristal

    ResponderExcluir
  7. Oi Nádia
    É bom que o verão está dentro de você.
    Coisa maravilhosas acontecem no verão
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Muito bonito o sol que brilha em você. É isso que importa. Beijos, Nádia.

    ResponderExcluir
  9. Tão longe, nesse lado do mar onde hoje é inverno...

    Aqui é verão...
    há dias em que o sol sorri radioso...
    há dias, como hoje, em que cai uma morrinha...

    Chove...
    Chuva que fertiliza a terra...

    lembro os amantes...
    lembro o fogo que os incendeia...
    lembro a chuva que os esgota
    chuva que fertiliza o ventre da Terra

    Se aí é inverno...
    aqui é verão!

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos