quinta-feira, 28 de maio de 2015

Quando você chegar...


Ah esse amor, que me faz sonhar!
Sonhos carregados de desejos...
De um querer amoroso, também
Indecente... delituoso...
E quando deles desperto,
Estou cheia de vontades...
Mas ao deslizar minhas mãos
Em minha cama, encontro
Apenas o frio... o vazio...
E sou invadida pela saudade
Do que ainda nem vivi...
E essa vontade de acordar
E encontrar o seu corpo,
Desejando o meu corpo...
A sua boca para beijar a minha...
Seus braços para se enlaçarem 
Aos meus braços...
Seu cheiro e seu gosto
Para se misturarem aos meus...
Nossos gemidos e ais formando
Uma canção, despertando
Mais e mais nossos sentidos...
Ah... Mas resta-me apenas guardar
Pacientemente, minhas vontades
Para quando, meu amor, você chegar...

Nádia Santos

7 comentários:

  1. Tu brilhas sempre com os teus poemas!!Adorei

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Lindo como sempre Nádia.
    Bjs,obrigada da visita e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Chegarei!
    À porta baterei.
    Entrarei...
    E ficarei!

    ResponderExcluir
  4. Sonhando esperando meu amor chegar...
    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Bons versos e criativos, meus parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Paciência, Nádia...paciência...
    Beijos, amiga!!!

    ResponderExcluir
  7. Belo poema amiga Nádia... intenso como sempre, um verdadeiro grito, não só da alma, mas de todo o corpo também!

    Beijos meus!

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos