domingo, 3 de maio de 2015

Dentro do meu peito...

As vezes penso 
que dentro do meu peito
há uma fogueira
que incessantemente arde
e que queima... me queima
e que me deixa, eternamente,
com vontade de amar...
Uma vontade enlouquecida
que incendeia  meu ser
e desencandeia um desejo 
de a ti, meu amor, me entregar!

Nádia Santos


13 comentários:

  1. Sempre na base do Amor! Lindo!
    beijinhos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nádia,
    Não há bem que dure e nem mal que não tenha fim. A vida é uma balança, cuide para que ela nunca pende pro lado do amor, pois ele deve plainar em linha reta para que todos os seus anseios sejam concretizados.
    Capito??
    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  3. Cada vez estás melhor...
    Adoro rever-te!
    Beijinhos, simpática!

    ResponderExcluir
  4. Olá Nádia!

    Que a chama dessa fogueira continue sempre escaldante, e dê luz aos versos que te saem da alma...
    Sempre profunda e intensa, é um prazer ler-te...

    Beijinho meu....

    ResponderExcluir
  5. Olá Nádia!

    Que a chama dessa fogueira continue sempre escaldante, e dê luz aos versos que te saem da alma...
    Sempre profunda e intensa, é um prazer ler-te...

    Beijinho meu....

    ResponderExcluir
  6. Boa noite amiga!
    Fazendo uma visita para me atualizar com suas maravilhosas postagens e deixar um forte abraço e o desejo de que esta noite seja de paz e que o amanhecer seja abençoado e se estenda por toda semana. Gratíssima pela visita.
    Abraços da amiga Lourdes Duarte.
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Bom dia poetisa querida.. e tem sim uma lareira infindável chamada coração.. está lareira é que nos mantém, e feliz de quem pode dividir tal calor que queima sem doer.. beijos e feliz sempre

    ResponderExcluir
  8. Cara Nádia , por aqui passando nesta blogosfera e aqui cheguei , sem dúvida um Poema onde o Sentimento queima e arde de forma espontânea ...

    Gostei muito :)

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Lindo e belo poema, o amor é fogo que arde e não se vê.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderExcluir
  10. Oi Nádia,obrigada pela visita em meu blog.
    bjs e um ótimo dia.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  11. Essa lareira é o teu coração aceso......é o teu íntimo maravilhoso poético e muito inspirado... Inspiradora!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Essa lareira é o teu coração aceso......é o teu íntimo maravilhoso poético e muito inspirado... Inspiradora!!!!!!!

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos