domingo, 12 de abril de 2015

Essa sua ausência...

Por vezes, à noite,
O meu corpo é envolvido
Por um calor...
E fico eu sem saber,
Se é a natureza,
Esquentando-me na escuridão
Ou se é essa sua ausência
Tão presente que intensamente
E de maneira inquestionável,
Tira-me toda a razão.
Enquanto imagino teus olhos,
Brilhantes e ardentes, despindo-me.
Cheio de luxúria e com paixão.

Nádia Santos

8 comentários:

  1. Oi Nádia
    Bom dia de madrugada.
    Você é mulher paixão
    É um vulcão em erupção.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. e como é saboroso despir uma Mulher com os olhos...peça por peça, poro por poro...

    ResponderExcluir
  3. É nas noites que notamos a maior ausencia. Gostei muito.

    Excelente semana.
    beijos

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderExcluir
  4. Meus olhos te despirão lentamente
    Fazer cair todas as tuas vestes
    E deixar-te tão somente
    Com o amor que me destes.....
    Amar-te a noite inteira
    De forma quente e calorosa
    E de forma prazenteira
    Deixar-te rubra e fogosa.....

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Nádia,calor pedinte de um grande amor.
    bjs amiga e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  6. Sensual, profundo e lindo!!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Desejo... sensualidade... Uma noite de solidão.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos