domingo, 22 de março de 2015

Volta lua!

À procura de algo fui até a janela
Olhei para o céu e estava escuro
Pensei encontrar a lua toda bela
E compartilhar meu sentimento puro

Sumiste, por que razão se escondeu?
Sinto-me entristecida nessa solidão...
Nem mesmo uma estrela apareceu
Para guiar meu olhar na escuridão

Sai detrás dessas nuvens... volta lua!
Ilumina a noite, a mim e toda a rua
Sem ti a solidão parece me sufocar...

Sem tua companhia e tua doce luz
Que tanto me fascina e me seduz
Esperarei quieta o sono me abraçar...

Nádia Santos
21/03/15

8 comentários:

  1. Que beleza de versos, Nádia! Você é inspirada sempre!

    Beijão!
    P.s: também quero que a lua volte, sou bicho de lua cheia *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone amiga, também sou bicho de lua kkkk
      Bjusss

      Excluir
  2. Nádia.
    Linda poesia!
    Tudo que fala da lua eu adoro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbém Dorli, sou apaixonada pela lua. Bjinhos

      Excluir
  3. Boa tarde Nádia

    Sempre com boas inspirações. Belo poema!!

    Beijinho, bom Domingo.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com lua ou a ausência dela, sempre me inspiro Cidália... bjusss

      Excluir
  4. Nádia... eu li teu poema exatamente 3 vezes...
    Normalmente, leio um poema 2 vezes. Ai a primeira vez para ver o tema. A segunda para avaliar a velocidade do tempo das rimas e a beleza dos versos. No seu, tive que ler 3 vezes, encantado com a doçura de tuas rimas, a simplicidade das palavras, o ritmo do poema.
    Estou encantado. Achei o poema de uma simplicidade impressionante, onde você aliou sentimento com pureza, conforme você disse na primeira estrofe.
    Lindo o poema, linda você....
    Delícia vir aqui te ler!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai nossa, que delícia de comentário!!!!
      Obrigada PDR, vc é muito fofo, bjus doces.

      Excluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos