quinta-feira, 19 de março de 2015

Sou única!

Sou única... único exemplar!
De um lindo jardim a única flor
Que Deus criou para brilhar
A filha a quem deu Seu amor

Sou para Ele sua perfeita cria
Ele me criou para a felicidade
Tudo Ele me deu com alegria
E Seu amor é minha verdade

Basta olha para o meu interior...
Retirar dele mágoa, angústia, dor
Ouvir sempre o que diz o coração...

A cada dia sou convidada a pescar
Pescar meus sonhos e acreditar
Que Seu amor é a minha salvação!

Nádia Santos
19/03/15




6 comentários:

  1. Parabéns... Olha este poema parece feito para o dia do Pai, que é hoje, em Portugal.

    Deixo um beijinho e desejo de um dia feliz

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Concordo! Para escreveres um soneto expressivo como esse tu és única!
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  3. Um lindo poema, que só uma pessoa plena de sensibilidade consegue escrever...
    Beijos, Élys.

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida Nádia
    Somos únicas para ELE...
    Seja feliz e abençoada!!!
    Bjm quaresmal

    ResponderExcluir
  5. Adorei!! Nunca podemos esquecer disto.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Concordo com seus versos e me rendo á eles minha amiga!

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos