segunda-feira, 2 de março de 2015

Não deixei de te amar...


Em que momento dessa vida te perdi?
Em qual curva dessa minha estrada
meu olhar viu aos pouco desaparecendo
a luz do teu? E com ele também se foi  o
sol, ficando o meu mundo na escuridão...
Mas hei que hoje acordei e o sol voltou
a brilhar! Saí correndo para rua e te vi,
de longe, vindo ao meu encontro e
dizendo: não deixei de te amar....
-Todos os dias ao despertar. minha 
alma e coração precisam desse sonho, 
docemente, para se alimentar...

Nádia Santos
27/02/15

5 comentários:

  1. Merece que seja realizado, de tão lindo que ele é. beijossssss

    ResponderExcluir
  2. Nádia, um poema lindo de mais.

    Uma excelente semana.
    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, quando o Sol volta a brilhar inundando de alegria o coração !...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga

    Para quem ama verdadeiramente,
    o amor nunca tem fim.
    Assim a pessoa que parte de nossa vida,
    continua a nos habitar,
    e a nos fazer escrever as histórias
    que não vivemos,
    mas que desejaríamos vivê-las
    de modo intenso...

    ___________________________________
    “Um sonho é uma parte de nós
    onde está guardada a semente da esperança.
    Cuidar desta semente é a minha,
    a sua, a nossa missão na vida.”

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  5. Oi Nádia
    Amamos várias vezes e ficamos com quem realmente nos ama.
    Vá tomar um banho nessa linda praia à noite, converse com a lua e sorria muito, pois a felicidade começa assim: com a esperança
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos