quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Fragilidade

E sinto, quando o sol
se põe assim lentamente, 
uma inquietação...
um medo...
uma incerteza...
Lembro-me de tudo
que ainda quero viver, sentir... 
E percebo o quanto a vida 
é frágil e que tudo
pode acabar... de repente...

Nádia Santos
26/02/15

8 comentários:

  1. Que triste amiga...Pode contar comigo, ok! Carinho e beijos pra tu. Xero!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Nádia
    A vida não é frágil, nós é que acreditando em belas palavras envolventes e esquecendo que o amor pode estar pertinho de nós.
    Força, eu não venci??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é a vida que é frágil, somos nós não é amiga.... bjusss Dorli.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Acontece né amiga Bell de nossas dores ser a mesma de outros... Um bju querida.

      Excluir
  4. O crepúsculo, por vezes, é de meter medo...

    ResponderExcluir
  5. É a efemeridade da vida que nos assola, Nádia.

    um bj amg

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos