sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Deixo-te ficar nos meus versos

Enquanto não chega o momento
De realizarmo, enfim, nosso sonho
Deixo ir borbulhando o sentimento
Vou antevendo um amanhã risonho

Deixo-te ficar, assim, nos meus versos
Na tentativa louca de amenizar saudade
Trazendo-te para perto, para meu universo
Onde reina apenas o amor e a felicidade

Deixo-te ficar, amoroso, no pôr-do-sol
No vermelho tão intenso, do arrebol
Na beleza misteriosa do entardecer...

Enquanto mansamente chega a noite
Sonho com beijos em mim como açoite
Doce loucura, alimentando meu viver.

Nádia Santos
05/12/14

2 comentários:

  1. Lindo de mais.. Amei
    Como o amor é lindo!!

    Bom fim de semana.
    beijos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, Lindos versos de envolvimento com forte sentimento.
    AG

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos