sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Quero falar com você... MULHER MADURA

Geralmente as mulheres maduras e na menopausa vão sofrendo com muitas mudanças em suas vidas. O corpo, na maioria de nós vai mudando e a tendência é engordar e o apetite sexual vai diminuindo. É a vida e temos que aceitar e conviver com as mudanças. Mas acredito que muito do que poderia ser chamado de problema pode ser contornando com visitas periodicas a especialistas e tentar trabalhar o emocional e psicológico é essencial. Quantas mulheres depois dos 40 anos se descuidam da aparência e aos poucos vão deixando o sexo de lado e isso é um grande passo para que os relacionamentos amorosos, principalmente os casamentos, comecem a entrar em crise. Cuidar de casa, dos filhos e marido não é tarefa fácil e o resultado é: se descuidam, vão perdendo  o viço, o encanto, a sensualidade, o poder de sedução, o charme. As horas de intimidade com o marido vão diminuindo, ficando escassas e quando percebem não há mais aquela paixão, aquele fogo. E para muitas fazer amor com os maridos vai se tornando um suplício e algumas vão tendo nojo (já ouvir muitas dizer isso) de um momento tão lindo e cheio de magia que é fazer sexo com seu amor.
Mas a culpa não é só da mulher, os homens também tem sua parcela. A sociedade, sabemos, ainda é machista e ainda existem homens que, com a esposa só faz aquele sexo água com açúcar e quando querem algo mais picante saem à caça na rua. E as mulheres, por criação, vão se acomodando e achando que sexo água com açúcar é que é normal. E se uma mulher resolve querer mudar de posição, fazer sexo diferente, muitos homens já vão achando que ela o traiu, que aprendeu isso com alguma “amiga vagabunda” e outras barbaridades mais. Gente, a vida está sempre nos convidando a mudar. Temos que abrir a mente e provar coisas novas. Se não provarmos, jamais vamos saber se e bom! E entre um casal, todas as dúvidas, incertezas e medos podem ser dissipados com algo muito simples: O DIÁLOGO. As mulheres tem medo de ousar e os homens (a maioria) não tem paciência e terminam por não descobrir, muitas vezes, a mulher ardente, sensual e fêmea que ele tem em casa. Não estimulam suas parceiras, não a incentivam, não as elogiam. A mulher tende a reprimir a fêmea e exercem a função de mãe e dona de casa.
Sexo na maturidade é delicioso também! E como disse mais em cima, tem muito de psicológico. Eu agradeço muito ao meu psicológico, pois ele é muito fogoso (risos). Temos que nos cuidar nessa fase da vida e uma das coisas que ajuda (pelo menos a mim) é se exercitar. Praticar uma atividade física nos faz se sentir vivas e quando você se sente bem, automaticamente quer estar bonita, bem vestida, se acha sensual, charmosa quer amar e ser amada. Mulheres queridas ( e os homens também) coloquem fogo nesse casamento, noivado, namoro. Se amem, se entreguem completamente e com intensidade. Façam tudo que tiverem vontade, desde que lhes dê prazer e que isso fortaleça o relacionamento de vocês. Se doem... sem pudores, preconceitos ou vergonha.
Não há nada mais lindo que duas pessoas que se  amam fazendo sexo. Homens, prolonguem o momento de vocês, fazer amor não se resume na penetração. A penetração deve ser o desfecho final. Valorizem as preliminares... Toquem-se, beijem-se, troquem carícias, explorem os corpos um do outro, boca e língua não foram feitas apenas pra comer, beber e falar (hummm.... rsrsrsr). Enquanto os casais disperdiçam a oportunidade de terem uma vida a dois prazerosa, existem tantas pessoas que estão sozinhas, cheias de amor para dá mas a vida, não sei por qual motivo, não coloca alguém semelhante, como a mesma vontade de viver intensos momentos, em  seus caminhos...  É tão maravilhoso ter quem nos ame, quem nos deseje... É tão prazeroso amar e desejar alguém... A vida fica tão mais bela e repleta de cores.

 Nádia Santos

7 comentários:

  1. Adorei, Nádia. É verdade, seria ótimo que as todas as mulheres/homens/casais recebessem esse 'conselho'. Muita vida sexual melhoraria se os dois parassem pra uma conversa aberta e pusessem em prática os seus desejos profundos, que muitas das vezes, são contidos.

    Beijoo'os

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Nádia.
    Em grande. Excelente proposta de amor sem fronteiras.
    bj amg
    bom fds

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Nádia

    Olha saúdo-te pelo excelente texto, que merece leitura..
    Adorei a formo como descreveste tão bem a sexualidade depois da menopausa, e antes também

    Amiga, apesar dos pesares, Deus tirou-me a beleza que toda a mulher gosta de ter, como sabes. Mas, em contrapartida devolveu-me o mais importante.. a vontade de estar com o marido... o à vontade de fazer tudo....pelo menos eu... Penso que estou madura nestes meus 51 anos. Como é bom amar e ser amado, Gosto de mim, gosto das coisas boas da vida....Mas sou muito honesta, sem traições!

    Obrigada pelo soberbo texto
    Um beijinho

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Texto fabuloso com o qual concordo na íntegra~

    Deixo um beijo em preliminar, lool

    ResponderExcluir
  5. [a minha vida é
    um punhado de começos
    suspensos]

    beijo

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito o texto, vale aplausos ...
    Parabéns!!!

    Bjks Nádia!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia! Sexo é muito importante, mas não é tudo.
    Na nossa idade, acho que precisamos aprender a focar também em outras coisas, mais verdadeiras e substanciais do que apenas sexo. Ficam os valores, o companheirismo, a amizade, as lembranças boas, os planos para o futuro, a convivência. Ficam as coisas que construímos juntos e vamos construir. Depois, o sexo. Assim eu penso.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos