domingo, 23 de novembro de 2014

Amando

As vezes acho-me louca, ousada
Mas sou mesmo é apaixonada
Quero viver intensamente a vida
A cada dia sem pensar em nada

Erguer os olhos ao céu e sonhar
Dá asas a minha imaginação e voar
Segurar a oportunidade e aproveitar
Entregar-me aos sentimentos e amar!

Quero amar, amar demais sempre!
Numa entrega intensa e ardente
Amando e amando doidamente...

Sem pensar em tristeza nem na dor
Quero teus abraços me dando calor
Ouvir de tua boca palavras de amor!

Nádia Santos


9 comentários:

  1. Bom dia Nádia

    Chama-se a isto uma mulher apaixonada!
    Muito bonito este poema

    Beijinho e bom Domingo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem? Hj vim fazer um convite para
    participar do sorteio de natal que o meu blog
    Cantinho Virtual da Rita está fazendo .
    Desejo sorte participe, bjuss e bom final de semana

    Abraços

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  3. O amor precisa sempre de alguma loucura...
    Excelente soneto, gostei muito.
    Tem uma boa semana, querida amiga Nádia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A loucura funciona como um tempero.... bem picante rsrsr
      Bjusss querido Nilson

      Excluir
  4. O amor só é bom quando nos tira do chão quando nos faz sonhar, quando nos leva ao céu sem ao menos sair do lugar ....

    Amor assim são poucos que vivem ...

    Lindo poema ...
    Bjks Nádia!
    My

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos