sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Quando penso em ti


Deixa a minha boca
Sentir o sabor da tua...
Deixa o meu corpo
Banhar-se com o suor do teu...
Deixa aplacar esse fogo
Que o meu corpo inflama
Quando penso em ti...
Deixa que alimente minha paixão
Com as carícias de tuas mãos...
Pois só tuas mãos
Vestindo a minha pele;
Só nossos sexos encaixados,
Ardentes e apaixonados;
E tua boca em minha boca,
Trará ao meu corpo calma
E sossego à minha alma
Que de saudade vive louca!

Nádia Santos
31/07/14


9 comentários:

  1. Hoje estou passando para agradecer
    sua amizade, desejar sempre o melhor
    pra vc, e fazer um convite para
    participar do sorteio que vou fazer
    pelo niver do meu Blog, são 3 anos
    de muita alegria, venha festejar comigo....

    Abraços de bom final de semana
    Bjusss

    (¯`´¯)
    `*.¸.*´
    ¸.•´Rita

    ResponderExcluir
  2. Oi Nádia
    Que mulher vulcão, cada dez anos vai ter que trocar de marido mais novo.kkkk
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Dorli, ainda tem muito fogo nessa fogueira kkkkk
      Estou a procura, não de outra metade, mas de
      outra fogueira pra alimentar a minha kkkkkk
      Bjus amiga!!!!

      Excluir
  3. Bom dia
    ...Quanta saudade!!

    Beijos
    Excelente fim de semana.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Excelente poema de amor.
    As tuas palavras têm a força de uma nascente caudalosa...
    Gostei imenso.
    Nádia, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. OI NÁDIA!
    UM DOS MAIS INTENSOS E BONITOS QUE JÁ LI POR AQUI.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Nádia,
    Pura paixão. Sempre bom.
    bj

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos