quarta-feira, 9 de julho de 2014

Por que fui te amar?


Por que fui te amar?
Por que fui te desejar tanto?
Por que me deixei enganar
Mais uma vez e fazer sofrer
Meu pobre coração?
Um coração que não é fraco
Como eu imagino ser
Do contrário haveria sucumbido
A cada desilusão sofrida
Que entristece meu viver...
Ele não desiste, pois quer 
E necessita da intensidade
Das paixões, que alegra a vida
E faz o mundo mais colorido
E cheios de emoções.
Fraco é o meu corpo...
Fraca é minha carne que sofre 
O martírio da ausência
De um corpo amado, desejado...
Meu coração vai aos poucos
Se refazendo, é resistente.
Mas meu corpo de saudade
Vai sofrendo... de tão ardente.

Nádia Santos
09/07/14

12 comentários:

  1. Boa tarde,
    O amor acontece e desaparece, sempre foi assim Nadia.
    Lindo o poema que revela a sua alma sofredora de amor.
    Abraço
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Nádia

    Poema se saudade e mágoa... muito belo como nos habituaste.

    Beijos

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderExcluir
  3. .

    Sendo assim, quem se apaixona
    por mim?

    Beijos, amiga. Beijos.



    ResponderExcluir
  4. Oi Nádia,
    Como eu sempre digo e amo devagarzinho, uma perna à frente e outra atrás. Se juntos, nós só vamos saber sermos amados se ficarmos doente, até então tudo é maravilha.
    Um beijo
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  5. Por que tem de ser assim?
    Ah, o amor.
    Lindo Nádia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Bom dia minha querida amiga..
    não sabemos pq sofremos com este sentimento né..
    dias atrás uma amiga disse que só estava a brigar com o namorado e tudo pelo celular rsrs
    sabe.. coisas que não tem cabimento..
    é mais gostar do que amar no fundo..
    beijos na alma e até semrpe

    ResponderExcluir
  7. Essa é a pergunta que muitos fazem e é difícil em explicar.
    Lindo demais amiga Nádia.
    bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  8. Nádia
    Somos sempre nós a nos deixar sucumbir por desejos emocionais.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. oi Ná

    Tem coisas que não tem explicações, eu por muitas vezes me pergunto pq tb ...


    bjokas =)

    ResponderExcluir
  10. Bonito poema embora de sentimento sofredor, mas também faz parte da beleza poética!

    ResponderExcluir
  11. Oi Nádia
    A gente não escolhe o amor, ele vem sorrateiro.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  12. Oi Nádia,
    Vou ficar com saudades tuas.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos