quarta-feira, 18 de junho de 2014

O céu amanheceu azul


Hoje, no jardim de minha alma
O céu amanheceu tão azul!
As flores estavam mais viçosas
Exalando um perfume envolvente.
O vento soprando suavemente...
E os pássaros, em harmonia,
Cantando canções...
Hinos de esperança.
Uma melodia só percebida pelos
Amantes apaixonados.
O sol lá no alto brilhando,
Aquecendo, energizando tudo
Fazendo a vida vibrar, 
pulsar intensamente!
Pena ninguém vê,
Pena ninguém sentir
O que se passa no meu jardim...
Talvez os mais sensíveis,
Os mais atentos percebam.
Quando virem um brilho
Diferente no meu olhar
E o sorriso bobo que meus lábios
Não consegue disfarçar.

Nádia Santos
18/06/14

************************************

Comunico aos amigos, leitores e seguidores do meu blog
CONTOS E POESIAS que o mesmo foi EXCLUÍDO.
Agradeço a todos os carinho das visitas e comentários
que lá deixaram ao longo de sua existência.
Um bj


  

5 comentários:

  1. Boa noite Nádia

    Que bom que o teu céu acordou azul..e os teus lábios sorrira,. ainda bem
    Gostei, maravilhoso!

    beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nádia.
    Não consigo ver nada. Você se enrolou dentro do seu eu, nós aqui estamos preocupados.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. Instintivo, como perfume.
    Exato, exato e ponto.

    beijo

    ResponderExcluir
  4. Bom dia minha querida amiga e poetisa.. quisera eu que os teus versos se fizessem neste dia.. aqui no sul tá um frio do cão.. gelo e mais gelo e eu cheio de blusão.. eu sofro aqui.. se sofro srsr beijos e até sempre

    ResponderExcluir
  5. Olá Nádia,
    sentimentos e emoções à flor da pele.
    bjo amigo

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos