sábado, 24 de maio de 2014

Véu de tristeza



Olho o tempo, sinto o vento
Que balança as folhas,
Exalando das flores
Seus perfumes, que embriaga
Minha alma e que faz despertar
Em meu coração os queixumes...
Penso na vida... Em minha vida...
Em tudo que quis e não tive...
Em tudo que sonhei 
E que morreu sem ser realizado...
Dos amores que amei e que
Também morreram
Sem um toque... sem um beijo...
E dos amores que vivi
Imaginando que eram eternos
Mas que morreram afogados
Em lágrimas e desilusões.
E foi culpa minha, sim!
Por tanto amar e querer retorno
Quando deveria apenas, amar
Sem nada esperar...
E a felicidade? Tão tola a procurava... 
E olhando para trás descobri 
Que a tive tantas vezes e nem sabia!
Mas agora, aqui, sentada 
Olhar perdido no vazio
Enquanto a solidão me abraça
Quero chorar mais em  meus olhos,
Cansados, não há lágrimas...
Só um véu de tristeza e estio...

Nádia Santos
24/05/14


8 comentários:

  1. Triste mas muito bonito o teu poema.

    Bom fim de semana. Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, linda.
    Me perdoe estar usando teu espaço de comentarios, mas queria saber se vc pode me ajudar em relaçao ao Google +...depois vc apaga aqui...
    Se eu sair do google +, exclui-lo....perco o blog tambem? vc sabe dizer?
    Obrigada, linda..e me desculpe de novo por usar o espaço dos comentarios...
    Otimo domingo pra vc.
    Beijos
    @}--,---

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana td bom? Que eu saiba não exclui o blog não. Bjus
      Mas se vc usa no seu blog o perfil do G+, retorne para o
      perfil do Blogger, antes de excluir o G+. Bjus

      Excluir
  3. A tristeza acabou minha linda amiga agora é só sorrisos...Linda letras que somam metáforas.

    Beijo querida

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde poetisa.. esses véus uma hora vão tombar para todos nós incluindo os que insistem em me cobrir tb.. é só deixar a luz entrar.. bjs

    ResponderExcluir
  5. Minha querida

    Haverá sempre uma nova alvorada para quem ama assim. Lindo como sempre.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  6. Nádia,
    Haja lágrimas para chorar ou não, o coração nos mostra o que tivemos e não vimos que o tínhamos...
    Dizem que as mágoas são lições e que nunca é tarde para aprender...
    Novos dias virão e novos horizontes se oferecerão ao olhar de quem sabe viver e nunca perder a esperança!
    Abraço!
    Dulce

    ResponderExcluir
  7. O final é poeticamente lindo carregando desta tristeza vem enfatizada.
    Um abração Nádia.
    Beijo

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos