segunda-feira, 7 de abril de 2014

Exaltada


Hoje, olhei para trás, foi preciso...
E lá estava eu triste, desencantada
Esperando um sinal... um aviso
Que deixasse minha alma exaltada

Mas o tempo, zombando, era lento
Parecia torturar todos meus sonhos
Cada dia, apático, era um tormento
Deixando meus dias enfadonhos...

Mas um dia surgiste de repente
Chegou tão carinhoso e envolvente
Alegrando minha alma e coração...

Quando percebi  estava enamorada
A minha vida ficou mais iluminada
Porque mergulhei fundo nesta paixão

Nádia Santos
05/04/14






9 comentários:

  1. Que exaltação boa então.. Lindo poema... Gostei muito.

    Ai o Amor...o Amor.. É lindo :-)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi Nádia,
    Você deslisa suas letras para formar um poema como as águas escorrem espumosas d'uma alta cachoeira.
    O brilho da sua poesia respinga meu rosto tal os "chuviscos" da cachoeira.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. Poema muito bonito a exalar perfume e amor

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Nádia! Seus versos são como água do rio serpeando n'alma da gente! Beleza de poema, como sempre...versos encantadores! Tenha um dia abençoado. Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Nádia.. quando exaltamos o amor ele nos retribui da mesma moeda.. tristeza e alegria estão lado a lado.. só depende de nós escolher com qual das duas ficar.. bjs amiga querida

    ResponderExcluir
  6. oi Ná

    quando o amor chega tudo fica mais lindo...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Nádia: Não precisa de ficar exaltada, quando um doce amor se aproxima tudo fica mais calmo e mais belo.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  8. Nádia, não saiu meu comentário...
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  9. Olhar e reviver tudo e refazer os caminhos da paixão.
    Que show Nádia!
    Beijo

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos