domingo, 5 de janeiro de 2014

Prender-te a mim

Queria tanto quando
Estivéssemos juntos
Que a hora se repetisse
Como uma ladainha,
Como repetida oração;
E os relógios travassem
Com a força da nossa paixão!

Queria eternizar o momento
Prolongar na noite a lua 
E deixar tudo pra depois;
Retardar a chegada da aurora
E poder por mais tempo
Ficar nos amando os dois...

Queria como magia
Prender-te junto a mim
Para não perder a alegria
Quando tens que ir embora
E sinto, essa saudade sem fim...

Nádia Santos
04/01/14

7 comentários:

  1. Bom dia Nádia,
    Linda a poesia!
    Cada dia se esmera mais nos seus escritos.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. O tempo minha querida, é cruel para quem ama...
    beijo doce
    Ártemis

    ResponderExcluir
  3. Impossivel não gostar

    Parabéns

    Beijinhos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde libriana dos versos quentes !

    Desejo a você, um Ano Novo cheio de paz,saúde e Amor! Que juntos possamos compartilhar mais poesias, mais amizade, nesse mundo onde impera tantas coisas chatas. Falando em amizade, sou grato pela sua simpatia e carinho, sem contar os comentários bacanas. Te conhecer nessa imensa blogosfera poética, foi algo super valioso para mim, pois como já te disse, tenho uma profunda identificação com suas palavras.

    Parabéns por mais essa obra. O tempo não é amigo de um casal de namorados, que as vezes ficam semanas sem se ver. E quando se veem, o tempo tira aquela tranquilidade toda.

    Fique sempre na paz,
    Um abraço bem forte do amigo,
    Dan.
    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Às vezes seria mesmo óptimo pararmos o tempo para eternizar alguns momentos da nossa vida!

    ResponderExcluir
  6. Lindo poema, Nádia... Eu também quero rs.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia poetisa.. o tempo é coisa dos humanos, dias virão que faremos ele parar ou nem mais existir para nos deleitarmos em amor bjs de bom dia

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos