quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Só o que penso

Só o que penso a toda hora
É provar o calor dos teus braços
Neles me aninhar sem demora
Sentindo o teu ardente abraço

Só o que penso são nos teus beijos
Que sentirei na minha pele nua
Despertando loucos desejos
Com o suave toque da boca tua

E no amanhã, não quero pensar
Só no teu corpo que quero amar
Que para meu corpo é a cura...

Viveremos momentos de gozos
De prazeres plenos e ardorosos
De fantasia, delírio e loucura!

Nádia Santos
07/11/13

* * * * * * * * * * * *

Confiram, no meu blog
MEUS CONTOS a nova
história de amor e paixão
entre Tereza e Manuel em
Até breve, meu amor!
Para ler, clique aqui

6 comentários:

  1. Lindo, sensual, apaixonante, desejo.... Amei
    Tu sempre com as tuas mais lindas inspirações.Parabéns!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Poema lindo com muita sensualidade, o mesmo é revelador de um forte sentimento.
    Abraço
    ag

    ResponderExcluir
  3. seus poemas são sempre sedutores e cheio de sensualidade...

    :)

    ResponderExcluir
  4. Vou lá conferir o blog.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Poema fascinante de amor, entrega e sedução

    Adorei ler

    Deixo abraço
    *************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Belíssima composição, meu bem !!!! Bjs.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos