terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Momentos de aflição

De nada adianta reclamação
Se este ano foi de pesado fardo
Vou colhendo com resignação
Aceitando tudo que me foi dado

Se sinto pesada minha cruz
É que às vezes a força me falta
Mas sei que virão tempos de luz
Pois sei que mereço a ribalta

Mas há momentos de aflição
Que vai sufocando meu coração
E não consigo as lágrimas evitar

Vou aceitando minha penitência
Esperando com muita paciência
O dia em que a alegria irá voltar...

Nádia Santos
24/12/13

*Peço desculpa a todos, mas não estarei
comentando as postagens natalinas
dos blogs dos amigos... Esse ano para
mim não existe natal... não é natal em mim,
portanto não posso desejar o que não sinto.
Paz e saúde para todos.

6 comentários:

  1. Boa tarde minha querida Nádia!

    Muito lindo e triste!

    Passei para te desejar um feliz Natal, e um ano novo cheio de felicidades.

    Um abraço na alma... Deus te abençoe hoje e sempre!

    Maria Machado

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga! e grande poetisa Nádia !!!!!

    Passando por aqui para desejar-lhe um lindo
    Natal com muitas felicidades, saúde, paz e
    Amor no seu coração.
    Que o Ano Novo lhe seja de muita luz.

    Beijos de luz !

    POETA CIGANO – 24/12/2013

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderExcluir
  3. Oi Nádia,
    Não precisa comentar, pois sinto de longe essa tristeza que corrói meu coração.
    O próximo ano tudo irá mudar. Tenha fé e esperança
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  4. Sou do Blog Folhas de Outono !!!!!
    Estou aqui para desejar-te um Feliz Natal...matando minhas saudades me faz viajar e apreciar tuas lindas postagens e teus desejos...
    Bjsssssssssssss

    ResponderExcluir
  5. Amiga Nadia, já não comemoro o Natal há quatro anos, devido a partida do meu filho para o mundo espiritual. Compreendo a festa dos outros e não tenho problemas com isso, entretanto,na minha casa, eu e minha mulher não sentimos mais o clima da família reunida para a ceia de Natal. Minha filha tem passado esses últimos Natais com o namorado e e família dele. Hoje, mais do que nunca entendo, que mesmo que festejemos esta noite, ainda estamos distantes do verdadeiro espírito do evento, ainda não estamos receptivos ao desapego, à caridade desinteressada, à humildade, enfim, ainda somos muito vaidosos, orgulhosos, egoístas...
    Um abraço. Tenhas uma noite de paz.

    ResponderExcluir
  6. Olá Nádia:
    No livro da vida, podemos arrancar as negras páginas, mas a história continua.
    Por tudo isto, toca o barco para a frente, a vida não se compadece com as agruras, que nos ensombra a alma.
    A vida chama-te, ela está aí!!!
    Feliz 2014.

    JINHO

    http://diogo-mar.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos