quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Faz amor comigo

Faz amor comigo
Na noite calada
Invade meu corpo
Na silenciosa madrugada;
Com teus ardentes beijos
Sufoca-me sem demora
E sacia-me essa vontade
De ti, que me devora!

Faz amor comigo
Assim que o sol nascer
Desperta-me lentamente
Beija-me até me aquecer...
Faz meu corpo ferver
Com tuas mãos atrevidas
Aperta-me com loucura
Enquanto me sinto invadida!

Quando o dia terminar
E o sol novamente se por
Estarei ansiosa a tua espera
Para sentir o teu calor;
Quero me atirar intensa
Nos braços teus, meu abrigo,
Falar dessa saudade imensa
E pedir: Faz amor comigo...

Nádia Santos
12/12/13

* * * * * * * * * *

Confiram no meu blog
MEUS CONTOS, a história
de amor e paixão entre Tereza e Manuel.
Para ler, clique AQUI



7 comentários:

  1. Que lindo poema, que descreve a beleza em sua divindade! abração

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente maravilhoso.

    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Nádia.. tua poesia antecipou a minha fazendo amor que vou postar segunda srs.. muito bom falar de temas que mexem com as pessoas.. sempre tão sensual em cada palavra que nos deixa.beijos

    ResponderExcluir
  4. Um poema quente e que desperta quereres diversos.Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. OI NÁDIA!
    INTENSOS E LINDOS VERSOS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá.
    Tomara que você esteja bem.
    Tomara que o seu fim de semana, seja maravilhoso.
    Que a felicidade, beije você, sempre.
    Bom fim de semana, com muitos risos.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia querida amiga!

    Que belo e sensual, um poema ardente de deixar arrepiada. Muito lindo!

    Passei para te desejar um sábado cheio de coisas boas, amor em porcões, tudo de bom viu!
    Você será sempre especial pra mim, não esqueça!

    Um abraço bem forte!

    Maria Machado

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos