segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Vermelho paixão

Foi mais um crepúsculo...
Mais uma vez o céu
Coloriu-se de vermelho...
Vermelho paixão...
Vermelho desejo!
E neste momento mágico
Precisava de tua presença...
Precisava do teu beijo...
Que tanto... tanto quero!
Mas uma brisa
Leve e fresca passa,
Beija minha face
Meu cabelo esvoaça...
Observo o céu...
Espero as estrelas...
Espero surgir a lua...
Mas até elas, não vieram
E eu fiquei aqui sozinha
Com a saudade que me acarinha
E com essa vontade
De ser ardentemente tua...

Nádia Santos
24/11/13

6 comentários:

  1. Maravilhoso!! Adorei....

    Beijinho
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Hummm, belo poema. Espero que seu horizonte se componha perfeitamente nessa vermelhidão ardente. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Belo poema amiga Nádia !
    A paixão nos inspira , a saudade nos castiga...
    A vontade nos faz desejar, desejar amar.

    Gostei de ler-te !

    Beijosssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Nádia.. o vermelho e o seu poder de fazer a paixão ferver dentro de nós.. beijos amiga até sempre

    ResponderExcluir
  5. oi Ná

    Ultimamente eu não estou gostando de sentir sdd. Mas a vida é assim, e esse sentimento não pede licença... chega.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Sempre deliciosa e ardente a tua poesia..Encantadora sem dúvida

    Deixo beijo de amizade e carionho

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos