domingo, 3 de novembro de 2013

Um toque

Tudo se resume
Em um toque ardente...
Tua língua em minha pele
Despertando desejos
Pondo-me pelo avesso
Dando-me prazer
Arrancando gemidos
E ais incontidos...
Na loucura desse querer
Entregar-me ao prazer
De desejos ensandecidos

Nádia Santos
01/11/13

9 comentários:

  1. Olá Nádia; gostei do belo poema...Espectacular.....
    Amor são duas solidões protegendo-se uma à outra.
    ~Rainer Maria Rilke

    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  2. Parabéns amiga !
    Cada poesia sua, são batimentos acelerados de emoção que leio obras tão ... Gostosas, rs.

    Bjão, ótima semana !

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Pois... Como sempre, lindo.. Parabéns

    Beijo e uma boa semana.
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Nádia.. ainda mais se o toque for aquele bem de levinho só para dar arrepio quando passa. seja dedos ou linguas rsrs beijos

    ResponderExcluir
  5. .


    Eu não vim pedir ou deixar, nada.
    Só vim pegar o beijo que eu,
    descuidado como sou, esqueci na
    sua boca.

    silvioafonso





    .

    ResponderExcluir
  6. Bom diaaaa

    Um lindo dia para começar lendo sobre amor.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Bom dia querida Nádia!

    Sensual, ardente e lindo, como tudo que você escreve!

    Amiga um grande abraço viu? Obrigada por tudo!

    Maria Machado

    ResponderExcluir
  8. Impressionante como as palavras nos toca deliciosamente.

    Belíssimo ..envolvente e o melhor cheio de paixão.

    Beijos meus

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos