sábado, 26 de outubro de 2013

No mais íntimo de mim...

Mato minha vontade de ti
No silêncio da madrugada
E no mais íntimo de mim
Libero esse desejo, calada
Nas horas emudecidas
Que agonia-me por horas
Deixando minha alma desarvorada
Numa aflição que me devora
Lenta, ardente, alucinada...
Entrego-me... sacio-me
De mim... por ti
Até que adormeço
Em plena aurora.

Nádia Santos
24/10/13




9 comentários:

  1. Bom dia Nádia,
    Você está linda na foto!
    Poesia cada dia melhor
    Como está minha princesa?
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde querida !
    Vejo nos seus versos o calor do amor...
    Adicionada a linhas e agulhas com criatividade,te convido para um convite especial.
    Hoje estarei no blog da Catiaho com uma interessante matéria,te aguardo por lá
    http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Versos apasionados que erizan la piel....todo un poema para leer teniendo por cómplice a la soledad de la noche.Un cálido abrazo.

    ResponderExcluir
  4. Poesia divina falada e escrita por um coração sedutor e apaixonado

    Desejo um Domingo muito feliz
    Deixo cumprimentos
    ****************************************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Nádia.. a nossa intimidade nos reserva um mundo a parte.. que nunca nos limitemos a crenças que sempre querem destruir algo tão puro e tão nosso beijos e um lindo dia até sempre

    ResponderExcluir
  6. Lindo poema. Bom fin de semana
    Morris

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde
    Lindo sedutor e apaixonado.. Gostei

    Bom Domingo
    Beijinhos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  8. Belo poema...Espectacular...
    Lá onde mora o amor
    não há dor, não há tristeza,
    lá tem cor, lá tem riqueza,
    lá tem bem, lá tem nobreza.
    Lá onde mora a amizade
    não há rancor, nem falsidade,
    lá tem respeito, lá tem verdade,
    lá tem afecto, lá tem cumplicidade.
    ~Saulo Fernandes

    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  9. É na madrugada que as paixões se libertam e extravasam..
    Linda esta poesia!!
    beijo amiga
    anacosta

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos