quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Apelos da paixão

Todo meu corpo reclama
Também minha pele nua
Todo o meu ser clama
Desejando ser toda tua

Ah como sente vontade!
Meus lábios, minha boca
Devora-me uma ansiedade
Beijar-te todo como louca

E toda essa minha loucura
Que tira totalmente a calma
Somente teu corpo é a cura
E fará flutuar minha alma

É tão difícil não ceder
Aos apelos dessa paixão
Que alimenta meu viver
Que aquece meu coração

Nádia Santos
05/10/13

8 comentários:

  1. Olá Nádia,
    Mais uma poesia sensual e apaixonante.
    Linda demais
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. BOM DIA MINHA FLOR!
    A POESIA AQUI SEMPRE INSPIRADA NO AMOR !
    BJS

    ResponderExcluir
  3. Resumi numa só palavra!!
    ...............PARABÉNS!!......................

    beijo

    Bom fim de semana
    Visita
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Amiga Nádia, eis belos belos versos líricos, fogosos, sensuais; de arrepiar a pele. Um abraço. Tenhas uma linda sexta-feira.

    ResponderExcluir
  5. Ler tanta sensualidade, só me enche de vontade de navegar numa paixão como essa. Uma paixão carnal. Bjão linda.

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Bom dia poetisa.. és sempre a mesma Nádia que conheci lá atrás.. sempre uma tentação ler-te brincas com o nu.. de uma forma sempre saborosa e verdadeira.. beijão até sempre

    ResponderExcluir
  7. Sensualidade e muito amor!!!
    Perfeitoooooo.

    bjokas e que seu fds seja só amor =)

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde querida Nádia!
    Que paixão ardente, há uma dessas na minha pobre vida.

    Oi amiga tudo de bom pra ti viu? Hoje é sexta, um bom fim de semana, cheio de muita paixão, saúde e vida! Passei para desejar muita paz, e amor, tudo de bom!
    bjs
    Maria Machado.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos