quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Deixas tanto de ti...

Com tua partida logo cedo
Em nossa cama, já me invade
Uma saudade sem tua presença.
Mas deixas tanto de ti
Impregnado em tudo para mim...
Deixas o teu cheiro de homem,
Deixas o teu perfume gostoso,
Deixas o cheiro do teu suor
Que escorreu da tua pele
Molhando o lençol enquanto
Com loucura fazíamos amor...
Sozinha, mais feliz, abraço-me
Com o teu travesseiro 
Sentindo teu cheiro, enquanto 
Espero que logo termine o dia 
Para que o meu corpo, enfim,
Volte a ter alegria!

Nádia Santos
Recife - PE
01/09/13

15 comentários:

  1. É interessante ao ler o poema recordei de que toda vez que vou arrumar a cama pego o travesseiro do meu amor e cheiro e penso exatamente isso que o dia termine logo para ve-lo novamente.

    ResponderExcluir
  2. Olá Nádia
    Muito bonito... Satisfação, Amor e sedução
    Adorei

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga

    Ter alguém
    a nos habitar,
    é ter também
    um sentido para a vida...

    Que a alegria dance
    em tua vida apaixonadamente.

    ResponderExcluir
  4. Olá Nádia, boa noite! Passando para conhecer um bocadinho mais você e suas escritas...Parabéns por tão lindo poema, como é bom começar a sentir saudade pela manhã e conseguir nos livrar dela no fim da tarde. Adorei as suas escritas.
    Beijos com carinho
    Marilene

    ResponderExcluir
  5. Oi Nádia,
    Como sempre poesia linda com uma sensualidade gostosa.
    Parabéns poetisa
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  6. Minha querida

    Mais um belo momento de sensualidade à flor da pela.Adorei como sempre ler-te.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  7. Olá amiga Nádia!
    Gostei do poema...
    Esperar o nosso amor, com saudade... é tudo de bom...

    Beijos em seu coração!

    Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir
  8. Oi, li alguns posts do seu blog e achei muito interessante,com certeza você tem potencial, vi que você é uma pessoa esforçada que só quer falar e ser ouvida na blogosfera, assim como eu. Posso dizer que gostei muito do que li, sei que será um grande blog pois é de fácil entendimento e o conteúdo é gostoso de ler. Sou Luciana Shirley do blog http://coisasecoisasdalu.blogspot.com.br/ se desejar me visite e siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Nádia, tudo bem? Para mim, é sempre uma alegria vir aqui retribuir sua visita e carinho lá no blog. Muito obrigado pela consideração e parabéns por mais este belo e inspirador poema!

    Bjos e até mais!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  11. Olá Nádia, querida, o romântico e a sensualidade estão presentes em teus lindos versos.Essa é a sua marca. Parabéns, amiga, admiro a sua verve!!
    Beijos, Vilma

    ResponderExcluir
  12. ô coisa boa!
    Delicias de um viver, sentir e sonhar (até delirar)
    bjs e excelente final de semana
    ritinha

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde querida Nádia, um poema muito lindo com muito amor, romantismo,paixão,a sua maneira de escrever o amor, com ardência, que só leio em teu blog, você é de mais amiga!

    Adoro te ler viu? Uma sexta-feliz!

    Maria Machado

    ResponderExcluir
  14. A longa espera, mas que se reveste de prazer e alegrias,quando a noite por fim se apresenta com todas suas possibilidades e sensualidade abrasante.
    Viver pela espera das emoções, que nos embalam em noites de encantos e amor.
    Boa construção amiga.
    Meu terno abraço e admiração.
    Bjo

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos