quarta-feira, 18 de setembro de 2013

A paz que almejo

Se a vida não pode ser
do jeito que quero
mudo eu!
Vou procurar ser feliz
com o que no momento Deus
me concedeu.

Começo dando adeus
aos sonhos ilusórios e às
fantasias;
Aterrizo dos meus vôos loucos
ficando com o que me dá real
alegria.

Jogo fora, literalmente,
tudo o que me faz triste
e sofrer;
São os primeiros passos
para o bem-estar da alma e do
meu ser.

Relembro minhas boas
lembranças com alegria
e saudade;
Esqueço tudo que foi triste
tentando aprender com
a maldade.

A paz que tanto almejo
somente eu mesma posso
conseguir;
Basta ter boa vontade
e às portas do meu coração
abrir!

Nádia Santos
Recife - PE
02/09/13

   ******************************

Uma alegria que quero dividir com vocês!


Hoje recebi um email comunicando-me que um(01) poema e um (01) soneto meus foram selecionados para participar do livro “Luis de Camões e Convidados”, promovida pela Literarte-Ass. Internacional de Escritores e Artistas (onde tenho uma página) e editado pela Editora Mágico de Oz (Portugal), o que para mim é uma honra. Essa produção Luso-brasileira terá o lançamento em Portugal só no primeiro semestre de 2014 e aqui no Brasil ainda não tem data definida. Nunca pensei em ter meus escritos fazendo partes de livros editados fora do Brasil e essa já é a segunda vez que participo de uma obra editada por editoras portuguesas e nas quais participam poetas de todo o mundo que falam o português. Esse é um prêmio para mim, que escrevo a pouco mais de três (03) anos mais que se tornou um prazer e uma necessidade. Escrever para mim é tudo, me faz bem, me deixa feliz e a cada dia quero melhorar. Sinto-me orgulhosa, mas não vaidosa. E tudo isso devo também aos carinhos dos amigos, seguidores e visitantes do meu blog Gritos de alma, que com seus comentários e suas visitas me inspiram diariamente.  É isso, queria dividir com vocês minha alegria. Obrigada e um beijo para todos aqueles que apreciam a poesia. 

14 comentários:

  1. A paz dá muito trabalho, mas vale a pena porque nos torna mais felizes.
    Maravilhoso poema, gostei muito.
    Nádia, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nádia, que excelente notícia! Meus parabéns, você merece este belíssimo reconhecimento!

    Beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Oi Nádia,
    E assim paulatinamente você vai conseguindo conquistar o seu lugar de merecido reconhecimento e a alegrias de todos os seus amigos.
    Que você seja feliz em todos os segmentos da sua vida, principalmente no amor, pois o maior prêmio que uma mulher pode receber é a conquista de um grande amor.
    Parabéns pelo seu reconhecimento poético internacional
    Você é uma fábrica de fazer poesias que nos encantam.
    Beijos
    Durma com Deus
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  4. Gostei do blog e sobretudo desse poema que tem muito a ver comigo.Tenha um lindo dia!

    ResponderExcluir
  5. Muitos parabéns!! Os grades "Poetas" Destacam-se

    beijos

    ResponderExcluir
  6. OI Nádia,fico feliz por essa conquista bem merecida,
    seus poemas e sonetos são encantadores.
    Que Deus abençoe essa caminhada e que venham
    muitos convites.
    E esse sobre a Paz que Almejo,já diz o quanto você
    é maravilhosa em tudo que escreve.
    Parabéns amiga.
    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá NÁDIA,

    fico orgulhoso da nossa amizade e esta premiação é o resultado da sua competência , nesta difícil e não menos bela arte , do versejar.

    Isto você faz de forma competente e todos nós , seus seguidores constamos que,não há nenhum exagero em afirmar esta sua exitosa vocação.

    Este seu último poema:"A paz que almejo" é a continuidade destas minhas afirmações.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns!!!

    Fico tão feliz qdo vejo as pessoas sendo reconhecidas, por suas escritas, emoções.

    Esse é só o começo do que vem por ai.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  9. Parabéns =)

    E a vida é mesmo assim. É preciso jogar com o que se tem, ambicionar o possível e aceitar as derrotas.

    bjos

    ResponderExcluir
  10. Fazer a faxina na vida,rever sentimentos e decidir ser feliz puramente e simplesmente com arte e iluminados por Deus.
    Perfeita decisão.
    Nádia com alegria li a nota da escolha de textos seus para uma edição famosa.Voce merece com toda esta carga poetica que emana de suas criações.Parabens amiga e sucessos sempre.
    Um carinhoso abraço.
    Beijo de paz e luz.

    ResponderExcluir
  11. Sou apenas uma leitora, gosto dos seus poemas e contos,fiquei contente pelo prémio de poder participar com as suas obras em Portugal, parabéns NADIA SANTOS

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos