quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Repentino desejo

Na noite alta
E silente, deixo ir
Como uma prece ou
Uma melodia querida
Essa paixão,
Esse fogo,
Esse desejo!
Que ele siga
Madrugada a fora
Rompendo barreiras
Até chegar a aurora
Carinhosamente,
Ardentemente,
Loucamente...
Chegando assim,
De repente
Inexplicavelmente...
Aos ouvidos... de quem?

Nádia santos
07/08/13

6 comentários:

  1. e se assim é, terá eco .... a paixão...

    :)

    ResponderExcluir
  2. Ah! tão bom quando sentimos paixão, fogo, desejo, sofrehuidão por momentos intensos e tocantes... Tão bom quando temos o amigo, parceiro e amnte que nos faz flutuar de tão gostoso que é....
    Ai, ai...
    Bom vir aqui e viajar nas suas palavras tão cheias de amor..
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde

    Que esse grito da alma tenha eco na voz do vento, cujo retrocesso te traga a Paz de coração que anseias

    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  4. Alguém ouvirá toda essa paixão.

    bjs amiga Nádia
    Carmen Lúcia-mamymiulu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Boa Tarde Nádia
    Muito bonito, gostei..
    desejo-te sorte.Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Infinitos desejos que derramam em delirios.
    Belo trabalho Nadia.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos