sábado, 31 de agosto de 2013

Gostoso pecar


Quando cedo despertei, tu já havias partido...
Mas deixastes em nossos lençóis impregnados
Teu cheiro de homem, teu perfume preferido...
E no meu corpo deixastes teus beijos tatuados

Ainda sinto, no meu corpo, o calor do teu olhar
Provocando-me calafrios, causando-me arrepios
Tão faminto, voluptuoso, envolvente, indecente
Minh'alma e corpo estremeceram em louco cio

Ah que delícia és tu meu amor, minha vida!
É tão gostoso contigo, deliciosamente, pecar!
É alucinante e intenso o teu jeito de me amar...

Deixa-me, esperando, com minha breve saudade
Que me consome, lentamente, em horas sem fim
Porque somente à noite, tu retornarás para mim!

Nádia Santos
28/06/12

(reedição)

4 comentários:

  1. Carinhosamente passando para
    desejar um feliz e abençoado Domingo.
    Sem falar das saudades , que tenho no coração.
    A vida tem dessas coisas de vez em quando
    testa nossa fé e força para lutar.
    Beijos no coração carinhos e afagos na sua alma.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  2. Como sempre seus poemas são lindos,envolventes e delicados.
    Parabéns amiga Nádia.

    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Nádia.. um pecar gostoso.. nos braços do amor.. não é pecar, vamos dizer que é um conectar.. bem intenso os versos.. te desenho um lindo dia bjs

    ResponderExcluir
  4. Bom dia querida amiga, aplausos por este poetar intenso. Entrei de férias por um mês, ou seja, terei tempo para fazer visitas aos amigos virtuais. Minha dedicação à Faculdade foi recompensada pela pontuação recebida. Beijokas com carinho

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos