sábado, 27 de julho de 2013

Voar!

De repente... consigo voar!
Alcanço às nuvens e numa delas deito-me...
Num delicioso passeio, vejo tudo e todos,
Tão pequenos... E aos poucos vou esquecendo
Das tristezas, dos tormentos...
Vejo tantos pássaros e delicio-me
Com seus cantos... Sinto a brisa no rosto,
Deixando meus cabelos revoltos...
O dia vira noite! Toco as estrelas...
São tantas... De todos os tamanhos...
Meus olhos, ficam extasiados
Ficam como meninos risonhos.
A lua vem, aproxima-se...
Veste-me de dourados e de desejo
E mostra-me tua face, em meio às estrelas,
Com aquele teu sorriso iluminado...
Ela pede-me para fechar os olhos
E senti-lo... Pois nesse instante,
Tu também estás a pensar em mim...
E vejo nós dois... sinto nós dois...
E é por isso, que a magia é consentida;
A força do meu amor, faz-me
Viajar e flutuar nas fantasias
E assim posso te encontrar...
E aliviar essa doida agonia.

- Eu preciso e devo cultivar
meus sonhos, mesmo que as 
circunstâncias pareçam 
conspirar contra.

Nádia Santos
27/07/13

8 comentários:

  1. Vamos viver o hoje,
    deixar o ontem e o amanhã,
    vamos construir hoje a felicidade,
    a paz, a harmonia, o amor,
    vamos deixar hoje que brilhe a
    luz que todos temos dentro de nós,
    para que se o amanhã existir possamos colher seus frutos,
    mas não esqueçamos que se houver amanhã,
    esse amanhã deverá ser vivido como um hoje
    e não como um ontem, nem como um amanhã.
    Tarefa difícil esta, eu sei,
    eu própria vivo dizendo a mim mesmo que o ontem já foi ,
    e o amanhã ainda não chegou.
    Que a Glória de Deus repouse sobre sua vida
    Hoje e Sempre .
    Que todas as promessas de Deus
    sejam Vitória e Vida para você.
    Que Deus faça prosperar tudo aquilo que
    vier até tuas mãos, e que de uma semente
    cresçam milhares de árvores frutíferas.
    Que seu Domingo seja de amor e infinita paz.
    Um abraço e beijos na sua alma.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  2. Oi Nádia
    Que sua vida seja recheada com tudo que almeja, cheia de paixões e muitos beijinhos e cafezinhos na cama.Uma delícia!!
    Eu adoro você amiga
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga Nádia,vim ler esse gostoso poema, e pra te dizer obrigada amiga por tudo mesmo.
    É preciso cultivar os sonhos mesmo que as circunstâncias pareçam conspirar contra! Um lindo poetar!

    Bjs na alma!!

    Maria Machado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é amiga Maria, temos que perseverar. Um bj e obg por sua visita.

      Excluir
  4. Boa tarde

    Mais um poema feito sonho, na vertente desejo, de uma alma ardente.
    Sempre um mais belo que o outro. Lindo.

    Um Domingo muito feliz

    Deixo um beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá poetisa Nádia, e que tudo esteja bem!

    E cá eu venho, agradecido por tuas gentis visitas e comentários sempre tão expressivos e generosos e, também por você sempre compartilhar teus belos sentimentos e tão intensos poemas, obrigado mesmo!

    Eu penso que é sonhando que damos asas a nossa vontade de realização, sonhar é planejar o que desejamos viver, é antever o que podemos alcançar, é um viver de modo sempre intenso, e descobrir como faz tão bem amar, pois quem sonha não deixa de passar um instante de seu viver sem amar, ainda que, voando nas asas da imaginação!
    Também gosto de vir cá e sempre encontrar o teu bom gosto nas escolhas das imagens que sempre compartilha junto aos teus escritos.
    E assim grato me vou e desejo a você que seja sempre deveras intenso e feliz este teu viver e sonhar, um grande abraço e, até mais!

    ResponderExcluir
  6. Olá Nádia...
    Lindo, maravilhoso o teu poema

    beijinhos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  7. NADIA,

    nada está contra, os ventos sempre procuram as melhores paisagem e você , é uma delas.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos