sexta-feira, 5 de julho de 2013

Soneto para o homem

Meu coração agradecido, muito ama
Por ter num corpo de mulher nascido
Com todos meus dramas e tramas
Que pelo meu caminho tenho vivido!

E a vida... Essa vida maravilhosa
Fica ainda mais linda e deslumbrante
Porque Deus numa ação esplendorosa
Deu-nos o homem, tão exuberante

Com seu corpo forte para nos proteger
Com sua potência nos dá carinho e prazer
E como macho, mas todo alma, nos amar...

Nos braços do homem tudo é perfeito
É mágico deitar e sentir o seu peito
E no seu corpo ardente e quente mergulhar!
          
* * * * * * * * * * *
-Minha sincera homenagem ao homem...
  Que nesta e em todas as outras vida
   que hei de viver... amarei, 
desejarei e admirarei!

Nádia Santos
05/07/13


14 comentários:

  1. Bela homenagem retratada num poema Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  2. Excelente homenagem através de um poema maravilhoso.

    abraço

    ag

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado Antonio, bjus.

      Excluir
  3. Oi NÁDIA,

    não merecemos tanto, porém, enfim, que seja...

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  4. Penso sinceramente que os homens não prestam para nada. Por saber isso é que casei com uma mulher, loool

    Mas a sério. Como homem e já agora como macho,( mas pouco, não digam nada, lool) sinto-me lisonjeado com tão fina e bonita homenagem
    Poema lindíssimo cheio de carinho, e porque não dizê-lo, uma certa admiração e respeito pelo homem

    Gostei muito de ler

    Fique feliz, Nádia Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No final de tudo o que importa é que vc gostou. Fico feliz! Um bj Ricardo e obrigada.

      Excluir
  5. Divina Maravilhosa homenagem ao Homem.Ainda há muitos Homens que a merecem.

    Poema sensual e delicioso, sé de ler, faz borboletas na barriga. loool Lindo

    beijinho
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/2013/07/reaccao-do-sentimento.html#comment-form

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Borboletas na barriga... ai que bonitinho! Com certeza Cidália que muitos merecem, bjus e obg.

      Excluir
  6. Oi Nádia!
    Ai tô com ciúmes. Só pra homem?
    Linda homenagem ao homem e eu agora pensando acordar abraçadinha com o meu dando-me um cafezinho, me ajudando em tudo.
    Como diz o ditado: Êta sorte danada e ela chegará para você quanto menos esperar.
    Qual homem não desposaria uma mulher com suas qualidades?
    Um beijo
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara sima amiga, que eu tenha tua sorte. Um bj

      Excluir
  7. Minha querida e admirável Nádia... Estou de queixo caído com este espetáculo de soneto, admiro-te amiga, seus poemas, poesias, sonetos, contos são inigualáveis! Parabéns amiga uma linda homenagem ao seu amor.
    Nádia eu retornei ao Antologias, e deixei lá um selinho para quem quiser traze-lo, e também aproveito para lhe dizer que estou participando do 8º Pena de Ouro do blog Ostra da Poesia, de um pulinho lá e faça sua votação, o legal é que todos os poemas não consta o nome do autor, as pessoas votam naquele que mais lhe agradar, que mais tocar seu coração. Se tiver alguma dúvida no Antologias tem uma postagem sobre o evento, e você chega lá.
    Beijos amiga, um excelente fim de semana de paz e alegria e muiiiiito amorrrr!
    Clarice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Clarice, bom ver vc por aqui. Olha esse soneto fiz para o homem, não para um homem ( pois não tenho um amor, no momento). Obrigada pelo carinho.

      Excluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos