sábado, 20 de julho de 2013

Nada sou

O tempo passa maçante
E eu sinto imensa saudade
Saudade do que nem nasceu
Do que nem viveu a realidade

Saudade de uma lembrança
Que foi um sonho fugidio
Que levou também a esperança
Causando em meus olhos estio

E nesse tempo que passa devagar
Vou seguindo o meu caminhar
Juntando pedaços do que restou...

Pergunto insistente ao meu ser
Se fui alguma coisa em teu viver
Porque agora sei, que nada sou.

Nádia Santos
19/07/13

13 comentários:

  1. Nádia,
    Somos insignificantes no Universo, mas ainda é possível ser-se importante para alguém...
    Quando a partilha do amor existiu, mesmo que termine, haverá sempre uma marca deixada..
    Belíssimo e triste, mas gostei de ler.
    Grande abraço!

    => Crazy 40 Blog
    => Pense fora da caixa
    => Tubo de Ensaio
    => MeNiNoSeMJuIz®

    ResponderExcluir


  2. Sdd é a prova do que vivemos valeu a pena.

    bjokas e um lindo fds =)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nádia! Há sentimentos que, quando passam, deixam o que somos em partes desconexas e leva tempo para a reconstrução. A saudade em geral é de algo que foi bom, mas é triste quando é algo que não se pode ter de novo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Belo soneto, Nádia.
    Um abraço, um bom findi e Feliz dia do amigo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Nádia
    Não se ama quem não conhece, portanto esse amor não existiu e sim uma possibilidade de existir ou não e, se existindo não juntar as peças? Sofreu à toa.
    Um lindo dia para você
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  6. Não somos nada, mas somos tudo o que precisamos. Linda poesia. Tenha um bom fim de semana. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde Nádia só discordo do titulo.. tu é muito isso sim.. és uma poetisa eleita amiga... bjs e um lindo dia neste dia do amigo

    ResponderExcluir
  8. Olá boa tarde

    A saudade existe sempre até das coisas imaginarias e insignificantes
    Um amor deixa sempre marcas, mas a nossa força tem de ser maior, e conseguir curar a chaga com um novo amor.
    Desistir de ser feliz.... NUNCA

    Fica feliz
    *********************
    Querendo... visitem-me

    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  9. Nádia: Apesar de lhe chamar soneto de Tristeza, é para mim um lindo soneto Parabéns.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  10. Maravilhoso soneto Nádia!
    Ainda não voltei,mas não poderia deixar de cumprimentar meus amigos.

    Feliz dia do amigo.
    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá hj é um dia especial, deixo aqui
    uma frase pela bela amizade que temos
    Agradeço sempre seu carinho.


    Pode ser que um dia nos afastemos...
    Mas, se formos amigos de verdade,
    A amizade nos reaproximará.

    (Albert Einstein)

    Bjusss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  12. ... sentimos saudade até do imaginário. Uma frase muito certa é "eu era feliz e não sabia", que retrata uma saudade do que um dia não era bom.

    ResponderExcluir
  13. Sentimos saudades daquilo que vivemos ou imaginamos viver.
    Vim lhe desejar um feliz dia do amigo. Que sua noite seja regada com o carinho dos verdadeiros amigos.
    Tem um carinho no meu blogue pra você
    Meu fraternal abraço
    Bruno

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos