terça-feira, 16 de julho de 2013

Menina ingênua

A menina ingênua que sempre fui
Continua viva dentro de mim
Mesmo pela vida tão machucada
Como pétalas pisadas num jardim...

Caídas... jogadas... esquecidas
Levadas por ventos de desilusões
Vendo tantos sonhos afundados
Arrastados por ondas de decepções

A menina ingênua com suas tranças
Chora, mas não perde a esperança
De sair dessa inquietação, desse sofrer...

A menina já não tem o mesmo olhar
Às decepções sofridas a fizeram mudar
Mas não tiraram sua alegria de viver!
Nádia Santos
21/06/13

8 comentários:

  1. Nádia,
    É tão importante alimentar-lhe a vida, a essa menina!
    Parabéns por este lindo soneto!
    Beijo!

    => Crazy 40 Blog
    => Pense fora da caixa
    => Tubo de Ensaio
    => MeNiNoSeMJuIz®

    ResponderExcluir
  2. a menina sempre alimentará os sonhos da mulher... Balzac evidenciou isso... bjs

    ResponderExcluir
  3. Esa ingenuidad que nos hace más transparentes y llenas de Amor Puro. Siempre se puede aprender de los momentos, pero la ingenuidad y la inocencia de la niña que se lleva dentro deben de permanecer.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Nádia!
    Voltei e fiquei encantada com esta menina-mulher!! Um belo soneto, muito bem arquitectado! A vida seria bem mais complexa se não houver em nós um pouquinho de criança...
    Beijos.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  5. Que essa menina seja a esperança dessa grande mulher que és.
    Por muito que se sofra a vida tem de continuar de cabeça erguida e na procura de uma outra verdade

    Fica feliz

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Nádia.. mostraste muito bem no que o teu interior pulsa.. e realmente ng e nem nada pode nos tirar a alegria de viver quando nós nos permitimos isso tudo depende de nós.. bjs e um lindo dia

    ResponderExcluir
  7. Belo soneto, amiga Nádia.
    Um abraço. Tenhas uma boa noite.

    ResponderExcluir
  8. Fabuloso!
    Adorei adorei..
    beijo
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos