segunda-feira, 17 de junho de 2013

Sonhos naufragados

Tem sido agora o quarto meu
Um triste cais abandonado
Envolto em brumas, num breu
Repletos de sonhos naufragados

Aonde meu corpo cansado deita
Procurando, ansiosa, o calor
Mas só sente um vazio no peito
Que causa na alma um pavor

Uma lembrança entristece-me
A saudade enlouquece-me
Sou tomada de inquietação...

Queria agora tanto minha cura
Mas é ela o motivo da amargura
Que de súbito inundou o coração

Nádia santos
16/06/13


*Desculpem-me a fase
mas ando um pouco triste.

Um comentário:

  1. Oi Nádia!
    E entristeceu-me também
    Vá no meu blog pra ver
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos