sábado, 29 de junho de 2013

Lembranças de ti

Esta noite prendi a minha alma
Que louca pedia-me para dormir
As horas lentas tiravam-me a calma
E minha lembranças só levavam a ti

De olhos abertos, de olhos fechados
Tua imagem está sempre presente
Tão real, tão nítida, iluminada
Sorrindo e chamando-me insistente...

Mas meus braços não te alcançaram
Meu corpo não sentiu teu calor
Meus lábios sedentos não te beijaram
E foi banhada minha boca de amargor

Leva-me, depressa, para o teu mundo
Não fica, de mim, tão distante assim
Tira-me desse triste e imenso deserto
Que aos poucos toma conta de mim

Na solidão sonho com teu beijo
Meu corpo grita e chora por ti
Minh'alma  em prantos é toda desejo
Em devaneios querendo o teu senti...

Nádia Santos
24/06/13

5 comentários:

  1. Uma noite plena de saudades e desejos.
    O amor faz coisas com estas noites
    que elas parecem infinitas.
    Belíssima inspiração Nádia.
    Carinhoso abraço.
    Bom fim de semana.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  2. Humm Maravilhoso...e sensual..

    beijinho e bom fim de semana

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/2013/06/porque-foges.html#comment-form

    ResponderExcluir
  3. Poetiza del amor y de la pasión rozas lapiel y el alma bell y sensusal me encanta , besos desde mi brillo del mar

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos