sexta-feira, 17 de maio de 2013

Tua fotografia

Contemplo tua imagem
Naquela fotografia...
Não sabes a que foto me refiro?
Também não podia,
Pois apenas com um clique
Tornei-a minha...
Agora posso a
Qualquer hora do dia
Admirar teu rosto,
Teu sorriso que contagia,
Contemplar o teu olhar,
Ficar por longo tempo
Teu corpo a admirar...
Posso te ter ao alcance
Das minhas mãos,
Posso dizer que te amo...
Ah, é verdade,
Não podes me ouvir!
E nem eu amor...
Mas posso te sentir.
Nádia Santos
Recife - PE
17/05/13




6 comentários:

  1. Oi Nádia,
    O espelho retrata um passado que não tem retrocesso, o amor está por aí em qualquer lugar a sua espera.
    Beijos querida
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Mesmo sem sentir o toque, sente a presença, diante da imagem eternizada pela fotografia. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Ao admirarmos o amado na foto temos essa exata sensação de querermos bem mais que a fotografia. Bela poesia!! Parabéns!!
    Beijos, Vilma

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos