terça-feira, 7 de maio de 2013

Rei ou mendigo

Quero que sinta o estremecer 
Desse meu corpo que feito louco 
Quer somente a te pertencer 
Oferecendo meus desejos aos poucos; 
Quero que sintas essa forte paixão 
Que aceite todos meus carinhos 
Que se envolva nessa emoção 
Percorrendo ardentes caminhos 

Venha nos meus braços se perder 
Quero-o intenso e voluptuoso
E calorosamente vou te envolver 
Até sentir teu querer fervoroso; 
Não tenhas receios, venha como vier 
Seja como rei ou como mendigo 
Dá-me tudo ou pede-me o que quiser 
Contigo quero correr todos os perigos... 

E minha alma sempre vibrante 
Nesse teu coração desconhecido 
Quer sentir a paixão pulsante 
Ver-te perder todos os sentidos; 
Entrega pra mim o teu amor! 
Quero fazer sonhar teu coração 
Vem sentir todo meu calor 
E queimar-se nessa louca paixão! 

Nádia Santos
Recife - PE
06/05/13

18 comentários:

  1. Olá, querida Nádia
    Um sentimento pulsante... ardente... efusivo pode se transformar em vida mais cheia de sentido...
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Roselia, obrigada por sua visita, um abraço.

      Excluir
  2. Poema lindo repleto de amor, tem sentimento forte, vibração e dedicação.


    ag

    ResponderExcluir
  3. Querida Nádia, um poema exaltando o amor e a paixão. Tem vida, tem sensualidade...tem expressão!

    O meu beijinho sempre amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cristina, o amor e a paixão é tudo de bom... Bjus e obg

      Excluir
  4. Impresionante Poema lleno de sensibilidad, sensualidad y fogosa Pasión...Una belleza.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha apreciado Pedro, um abraço!

      Excluir
  5. Nossa que linduuuuuu..
    Vim conhecer o blog através da entrevista com a Patricia, parabéns mulher admirável e grande poetisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh minha linda Maria Eduarda, obrigada por suas carinhosas palavras. Um bj pra ti.

      Excluir
  6. Olá, Nádia!
    As vezes nos faltam vibração, emoção... É como um combustível! Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nos inflama e nos deixa ardente... Verdade Fábio. Obg por sua visita, uma braço.

      Excluir
  7. Versos escritos com fogo
    chamas de um amor apaixonado
    escritos com a pele em erupção
    um poema assim
    nos faz acreditar que o amor
    existe
    e que a paixão arde
    e queima o nosso ser

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo comentário Luis, obg e um abraço pra ti.

      Excluir
  8. Um belo poema onde a paixão impera .

    Um beijo , Nádia ,
    Maria

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos